1x1.trans - O que muda para o movimento missionário brasileiro com o novo governo a partir de 2019?
O que muda para o movimento missionário brasileiro com o novo governo a partir de 2019?

Ambos os lados se satanizavam. Ou, o Brasil se tornaria comunista, Venezuela, ou, neofascista. A possibilidade de democracia forte com as suas instituições estabelecidas, preservando o estado de direito, parecia não ser possível. Sugeriam que cairíamos numa tragédia.

Venceu aquele que, inicialmente, tinha menos chance, ainda que tenha sempre liderado as pesquisas. Bolsonaro, portanto, é o nosso Presidente. Foi eleito com apoio expressivo dos evangélicos. E, com considerável influência da bancada evangélica na nomeação de alguns ministros. O “nós e ele” e o “ele e nós”, estão entrelaçados. Bem, isso afeta o nosso testemunho missionário no Brasil e até os confins da terra?

Assim como o resultado eleitoral foi surpreendente, qualquer resposta aqui é uma possibilidade hipotética. Mas, vamos lá nesse exercício de previsão

 

Primeiro, os erros e acertos do novo governo serão associados aos evangélicos. Principalmente, associados aos pastores que saíram em campanha. Nesse sentido, perdemos a neutralidade que permitiria denúncias. Talvez, tenhamos um preço a pagar por termos deixado a tradição protestante, de como pastores, de não declarar voto. A impressão que tenho, que membros de igreja optaram mudar de congregação à luz da opção política do seu pastor. Ou, à luz de sua militância mais aguerrida. Portanto, a política afetou a comunhão, o pastoreio e o testemunho.

Segundo, a belicosidade da campanha. Pastores envolvidos nas posturas mais agressivas, possivelmente provoca desconforto no dialogar com os evangélicos. Diálogo presume civilidade.

Terceiro, a militância belicosa evangélica à esquerda, ou à direita, ressaltou diferenças irrelevantes para o testemunho. Ou seja, apesar das diferenças periféricas, a unidade no essencial, Jesus, ficou em segundo plano. Como disse John Wesley:”No essencial, unidade; nas diferenças, liberdade; e em todas as coisas, caridade”. Não parecia haver liberdade para as diferenças secundárias. Era como se unidade cristã dependesse de uniformidade partidária.

Quarto, o novo governo sinaliza alinhamento com a política externa americana. Possivelmente, uma das razões pelas nações falarem que amam o Brasil, ou os brasileiros, além de futebol e carnaval, seja a neutralidade da diplomacia brasileira, respeitando a soberania dos povos. Nesse contexto, talvez experimentaremos como brasileiros no exterior, missionários ou não, um aumento do grau de antipatia, o qual terá efeito nos relacionamentos necessários para o testemunho. Um certo ódio aos americanos, poderá ser um certo ódio aos brasileiros.

Quinto, ligado ao item anterior, a mudança da Embaixada Brasileira para Jerusalém. Talvez, seja um vespeiro a evitar. Não sabemos ao certo, mas certamente algum efeito terá no relacionamento entre brasileiros e muçulmanos.

Sexto, estamos alinhados com a moralidade evangélica tradicional quanto a defesa da vida, casamento monogâmico heterosexual, contra ideologia de gênero e contra erotizar crianças, o que seria fora de nossas convicções. Esse alinhamento, porém, não pode ser visto como imposição com ódio a toda a sociedade, pois até o Senhor permite que cada um ande nos seus caminhos. Afetará o nosso testemunho se as pessoas nos virem como impositores, e não anunciadores e demonstradores de um convite. “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso” (Mateus 11.28).

Sétimo, a presença de Sérgio Moro como Ministro da Justiça, como símbolo de combate a corrupção, e como entusiasta das 70 medidas contra a corrupção, os quais foram desenvolvidas pela Transparência Internacional e Fundação Getúlio Vargas, deve ser um ponto a favor ao testemunho evangélico. Nesse processo, evangélicos corruptos também serão pegos, e isso será bom. É bom sermos vistos como favoráveis a integridade.

Qualquer que fosse o resultado das eleições, haveria consequências para o nosso testemunho na sociedade. Acima ressalto somente uns pontos aos quais deveremos estar atentos. Na verdade, queremos e devemos remover todos os escândalos à fé, menos o escândalo da cruz. “Nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos.” (1 Coríntios 1.23).

FONTE: Aliança Cristã Evangélica Brasileira (clique aqui)

terça-feira, 01 janeiro 2019

Mais do ME

Missão Zero: 30 anos servindo ao Reino de Deus

A Conferência MZ 30 anos está vinculada ao Encontro de Lideranças 2019. Vamos pensar o futuro da Missão Zero, hoje, com 30 anos de histórias para contar. Saiba como participar.

Os hinos clássicos dos cultos estão disponíveis para download

Agora você pode ouvir em sua casa as gravações em voz e violão, das músicas do cancioneiro Cantarei ao Senhor.

ME visita a sede da NMS

O Coordenador de Intercâmbios do Movimento Encontrão visita o escritório da Sociedade Missionária Norueguesa, na Noruega.

Seleção Intercâmbios 2019-2020

Lista do selecionados para os programas de intercâmbio oferecidos pelo Movimento Encontrão. Leia mais…

Encontrões Regionais 2019

Encontrões Regionais acontecem no feriado de carnaval por todo o Brasil. Encontre o mais próximo de você e participe.

Início da Semana Acadêmica Fatev 2019

“A Bíblia é uma grande história de amor, sobre Deus correndo desesperadamente atrás de nós, e nós correndo e justificando as nossas teimosias para fugir dele”.

Semana Acadêmica Fatev 2019

Na semana acadêmica 2019 da FATEV, o professor Casso Mendonça Vieira vai trabalhar o tema “FORMAÇÃO ESPIRITUAL: MATURIDADE CRISTÃ E INTIMIDADE COM DEUS”.

Encontro de Empreendedores 2019

As inscrições para Encontro de Empreendedores 2019 já estão abertas. Não perca tempo! Acesse a página e faça a sua inscrição para garantir o melhor preço.

Inscrições Abertas para os Encontros ME 2019

As inscrições para os Encontros de Lideranças e Obreiros já estão abertas. Não perca tempo! Acesse as páginas e faça a sua inscrição para garantir o melhor preço.

Culto Início do Ano Letivo 2019

Um novo ano letivo que começa é uma oportunidade maravilhosa dada por Deus para fazer grandes coisas!

Mil cairão ao teu lado e dez mil à tua direita mas tu não serás atingido

Manter-se fiel não é uma tarefa fácil. Confiar em Deus é algo que exige muitas escolhas difíceis e, às vezes, até mesmo sacrifícios de nossa parte. Na história, vimos como foi difícil para Anders. Mesmo quando sua esposa o deixou, enquanto todas as outras casas ao redor estavam queimando e o poder da natureza parecia ser tão grande, Anders decidiu manter-se fiel à promessa de Deus.

Como viver o princípio de ser discípulo nos dias de hoje?

Convidar Jesus para fazer parte do nosso dia a dia é algo que nós, pais, normalmente fazemos muito. Oramos e desejamos que nossos filhos vivam dentro dessa atmosfera de paz, esperança e amor que somente Cristo pode dar. Afinal, queremos que eles tenham as experiências incríveis que nós mesmos já tivemos com Deus.

ME visita a sede da NMS

ME visita a sede da NMS

O Coordenador de Intercâmbios do Movimento Encontrão visita o escritório da Sociedade Missionária Norueguesa, na Noruega.

ler mais

#somosME

O Encontrão nasceu como um movimento e quer continuar assim. Para que isso aconteça, a sua participação é essencial. Entre com contato e faça a sua doação.

Newsletter

Assine e fique por dentro de tudo o que acontece no ME.

Siga-nos

e tenha atualizações regulares, em tempo real.