Noruega e a Cultura Musical

Noruega e a Cultura Musical

Eu cresci rodeada por canções e minha família sempre foi muito musical, desde pequena estava envolvida nas atividades e departamentos musicais da igreja e isso sempre foi peça chave na minha vida.

Como é bom encontrar brasileiros!

nov 29, 2022 | Artigos, Intercâmbios

Ter uma comunidade de brasileiros aqui na Noruega é algo que me faz muito bem. Desde o meu período no Hald os 9 brasileiros fizeram muita diferença na minha adaptação. Poder ter conversas em português, cozinhar comidas típicas enquanto ouvimos músicas do Brasil, dançar forró e ouvir sotaques diferentes – gaúcho, catarinense, paulista, carioca e mineirinho – são apenas algumas coisas que tornam meus dias mais felizes. É que às vezes um ‘good morning’ não é suficiente, a gente precisa mesmo é de um ‘bom dia’. Os abraços também são um show à parte. Não é que os amigos de outras nacionalidades não gostem de abraçar, alguns gostam muito! Mas é muito interessante perceber como o abraço brasileiro é diferente, e como ele faz falta pra mim.

Vindo para Oslo, sinto muita falta dos amigos que fiz no Hald. Felizmente, tenho encontrado diversos brasileiros por aqui e sinto que estamos criando uma comunidade muito legal.

Alunos do Hald

Além de mim e da minha teammate, mais dois alunos brasileiros do Hald vieram para Oslo. Eles fazem parte do programa Interact e trabalham com missão estudantil, realizando estudos bíblicos semanais e conversando com os alunos da universidade de Oslo diariamente. Através deles, conhecemos também outro brasileiro que estuda na universidade.

Oslo International Church

A igreja em que trabalhamos me parece uma fonte sem fim de brasileiros, a começar pelo pastor e sua família, que se mudaram pra cá há mais ou menos dez anos. Maicon e sua esposa são brasileiros e têm dois filhos nascidos aqui na Noruega. Além de pastor na OiC, ele também trabalha no escritório da NMS junto com a gente e é um ex-aluno do Hald que também veio estudar aqui pelo intercâmbio do Movimento Encontrão.

No nosso primeiro culto já conhecemos mais uma brasileira. Ela veio morar aqui porque está noiva de um norueguês e foi ótimo nos conhecermos. Mantemos contato desde então e já saímos juntas para explorar a cidade.

Depois de algumas semanas nós fomos apresentadas a um casal formado por uma brasileira e um boliviano, que foi aluno do Hald e hoje trabalha aqui em Oslo. A melhor parte é que somos vizinhos e eles são super legais! Nos encontramos várias vezes e tivemos momentos muito divertidos.

Duas semanas atrás nós conhecemos mais um casal, os dois brasileiros, que também trabalham na igreja.

Nms Gjenbruk

Na loja de segunda mão em que nós trabalhamos também achamos uma brasileira. Ela mora perto da loja e sempre dá uma passada por lá. Ainda estamos tentando marcar algo juntas, mas já é muito bom encontrá-la na loja quando estamos trabalhando.

Pessoas aleatórias por aí

É muito engraçado como às vezes escutamos alguém falando em português em lugares aleatórios e como dá vontade de começar a conversar com essas pessoas e fazer amizade! Às vezes de fato a gente faz isso, mas nem sempre a oportunidade surge.

Enfim, sou muito grata a Deus por colocar todas essas pessoas no meu caminho e por viver essa experiência na Noruega junto com os meus conterrâneos.

Por: Marjory

Fique por dentro do que acontece no ME!

Noruega e a Cultura Musical

Noruega e a Cultura Musical

Eu cresci rodeada por canções e minha família sempre foi muito musical, desde pequena estava envolvida nas atividades e departamentos musicais da igreja e isso sempre foi peça chave na minha vida.