1x1.trans - COMO FOI

Jonatan Neumann, Coordenador do Ministério Jovem

EXPERIÊNCIA ÚNICA

Liberdade total na escolha do programa, palestrante e ambiente: este foi o diferencial do Encontrão Jovem 2018. O jovem pôde optar por aquilo que mais chamava a sua atenção. Espaços para oração e aconselhamento, cultos de adoração e louvor, espaço para artistas e bandas compartilharem seus dons e talentos, incentivando o despertar de novos artistas, e ainda bate papo com os convidados e palestrantes foram estrategicamente distribuídos de forma a proporcionar uma experiência única para o participante. Toda a programação foi cuidadosamente alocada em horários e tendas para que o jovem não perdesse nada. Loops, ou ciclos de programas, aconteciam a todo momento, dando a sensação de que tudo era novo o tempo todo.

Com toda essa liberdade, coube à direção do programa costurar entre as atividades o tripé que marcou o EJN 2018: discipulado, cotidiano e integralidade. Não houve momento algum em que um destes temas estivesse ausente da pauta. Ou seja, a todo momento, em todos os horários e em todos os espaços estas três palavras marcaram as conversas, ministrações e cultos durante o retiro. Dessa forma, a mensagem da cruz foi pregada e não passou despercebida. O resultado disso tudo foi a surpreendente (e assustadora) adesão da juventude luterana ao formato oferecido. Diferente do que estamos acostumados, não houve dispersão nem tempo ou gente ociosos. Todos participaram ativamente de tudo, no momento que cabia a cada um. Com isso, fica a certeza de que o público presente em cada tenda estava lá por vontade própria e, consequentemente, abertos à mensagem do Evangelho de forma natural, sem obrigação.

“O EJN2018 foi excelente pelos temas abordados, palestrantes bem preparados, louvores com conteúdo e musicalidade, local fantástico.

De forma geral, retiro incrível por trazer a palavra de Deus de forma clara e coerente.

Deus continue abençoando o trabalho dos responsáveis para continuarem servindo ao Reino de Deus e levando-o para os jovens”

Gabriel Armbrust Castanho

DINAMISMO E INTENSIDADE

Foram 3 dias com muitas atividades. 5 espaços com programas distintos e específicos, cheios de assuntos relevantes e atuais. 17 horas de programação por dia para todos os gostos. 44 palestrantes que, sábia e espiritualmente, abriram discussões sobre os temas mais polêmicos nos quais a juventude cristã se encontra diretamente envolvida. 14 bandas de diferentes regiões do país não somente animaram e divertiram, mas dirigiram momentos de profundo louvor e adoração. E finalmente, 830 participantes de 58 cidades diferentes que presenciaram e participaram ativamente de um programa inovador, repleto de ações que tinham, e ainda têm, como propósito maior viver o Reino de Deus integralmente de modo a impactar a sociedade, plural em números e cores e vontades, e também o meio ambiente, por tantas vezes deixado de lado em nossas conversas sobre este mesmo Reino.

1x1.trans - COMO FOI

O EJN 2018 revolucionou todos os conceitos de “encontro de jovens” ou de “retiro”. Ofereceu programação pra todos os gostos, pra todos os assuntos, em todos os horários. Foi repleto de momentos de comunhão, de reflexão, de Palavra, de diversão e o melhor: de discussão de assuntos que jamais imaginei que seriam tratados, mas que deveriam ser discutidos desde sempre. O EJN nos ofereceu formas de relacionar a Palavra de Deus ao que acontece conosco e ao que acontece no mundo atualmente. A cada edição nos surpreendendo mais!

1x1.trans - COMO FOI

IMPACTO SOCIAL – O EJN 2018 deixou uma marca visível do que a juventude cristã, em Cristo, pode realizar no mundo. Exemplos como a doação de cabelo para a ONG Cabelo Amigo, por meio da qual crianças com câncer terão a oportunidade de recuperar a sua autoestima; cadastro de doação de medula óssea; a não utilização de copos descartáveis durante o encontro (20.000 a menos na natureza); conscientização socioambiental a respeito da geração de resíduos; campanha para produção e envio de cartas missionárias que serão destinadas aos cristãos que vivem em regiões de perseguição religiosa. Enfim, cada jovem teve a oportunidade de mostrar, na prática, que se importa com o outro e com o mundo à sua volta.

 

Ainda há muito o que fazer para transformar o mundo, mas o EJN 2018 mostrou que pequenas mudanças podem impactar positivamente o meio ambiente e a sociedade.

PERFECCIONISMO NÃO É EXCELÊNCIA

Os números, o formato e a audácia realmente impressionam. No entanto, impressionar jamais foi o objetivo do Encontrão Jovem Nacional. Do sonho à execução, a organização tinha completa ciência de que o perfeccionismo sem Cristo é somente uma ação humana, pois exalta o homem e não a Deus. Tudo, sim, foi planejado com muito esmero e zelo, buscando a excelência em cada pequena ação. Como o próprio versículo utilizado como slogan no projeto EJN 2018 diz, “não façam apenas o mínimo exigido, e sim o melhor que puderem” (Colossenses 3.23 – versão A Mensagem), não bastava fazer somente o necessário para o programa ser bonito e agradável, ou ainda inovador, mas o melhor que cada cooperador pudesse, em honra ao Nome que está sobre todo nome, a Cristo, merecedor de toda honra e glória, esforço e excelência.

Foram muitos os jovens que entenderam a verdadeira intenção da equipe de organização do encontro e abraçaram a ideia de um EJN livre e ao mesmo tempo responsável, onde as escolhas de cada um foram levadas em consideração. E foi dentro deste ambiente de espontaneidade, liberdade e naturalidade que o Espírito Santo encontrou corações abertos ao Evangelho e, sim, pessoas foram transformadas por este mesmo Espírito durante esses três dias.

NÚMEROS OFICIAIS

PARTICIPANTES

PALESTRANTES

BANDAS